Vejam algumas fotos de eventos da AMBJA em 2011.

Anúncios

Comemoração da semana do idoso.

Na última semana nos dias 19 e 20 de outubro, tivemos a comemoração do dia do idoso. Foi uma bonita festa que contou com a presença ilustre de além dos idosos que acompanharam a homenagem, também de autoridades que compõem os moradores de nosso bairro, além dos colaboradores do centro de saúde. Vejam as fotos:

Homenagem aos colaboradores da AMBJA

A AMBJA por meio de seus voluntários recebeu homenagem da camara dos vereadores. É o reconhecimento do trabalho que a Associação realiza em nossa região.

Parabens Tomaz e Camargo.

Mensagem ao morador

VAI DAR  TUDO  CERTO!!!!
DEUS me pediu que te dissesse:

Que tudo irá bem contigo a partir de agora..
Você tem sido destinado para ser uma pessoa vitoriosa e conseguirá todos teus objetivos.

Nos dias que restam deste ano se dissiparão todas as tuas agonias e chegará a vitoria.

Esta manhã bati na porta do céu e DEUS me perguntou…

‘Filho, que posso fazer por você?’
Respondi:

‘Pai, por favor, protege e bendiz a pessoa que está lendo esta mensagem’.
DEUS sorriu e confirmou: ‘Petição concedida’.

Leia em voz baixa…

‘Senhor Jesus :
Perdoa meus pecados.
Te amo muito, te necessito sempre, estás no mais profundo de meu coração, cobre  com tua luz  preciosa a minha família, minha casa, meu lugar, meu emprego, minhas finanças, meus sonhos, meus projetos e a
meus amigos’.

Receberás um milagre sempre que orar.


Afinal a sua vida é o maior milagre de todos.

 

Deus tem visto suas Lutas.
Deus diz que elas estao chegando ao fim.
Uma bençao está vindo em sua direçao.

Tudo posso naquele que me fortalece.

Consocial

Prezado Cidadão,Você está convidado a participar da 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social – 1ª Consocial, que irá ocorrer em Belo Horizonte nos dias 10 e 11 de novembro de 2011, de 09 às 18 horas.A 1ª Consocial tem como um dos seus objetivos promover a transparência pública e estimular a participação da sociedade no
acompanhamento e controle da gestão pública, contribuindo para um controle social mais efetivo e democrático que garanta o uso correto e eficiente do dinheiro público.

Convocada pelo Prefeito Marcio Araujo de Lacerda, por meio do Decreto nº 14.502, de 25 de julho de 2011, e organizada pela Controladoria-Geral do Município, a Etapa Municipal de Belo Horizonte da 1ª Consocial tem duas finalidades:

1- Encaminhar 20 diretrizes/propostas definidas pelos participantes para a Etapa Estadual.
2- Escolher 24 delegados para defender as diretrizes/propostas selecionadas, delegando aos eleitos a responsabilidade de representá-los na Etapa Estadual.

Visando um espaço democrático, a 1ª Consocial Belo Horizonte contará com até 350 participantes, divididos em três segmentos distintos, de acordo com a proporção estabelecida no Regimento Interno da Conferência Nacional, compreendendo:

• 60% de representantes da sociedade civil;

• 30% de representantes do poder público, e;
• 10% de representantes dos
conselhos de políticas públicas municipais.

A 1ª Consocial Belo Horizonte abordará quatro temas atuais, envolvendo a transparência e o controle social, chamados de Eixos Temáticos. Cada participante deverá escolher, no momento da inscrição, em qual eixo temático deseja participar:

• I. Promoção da transparência pública e acesso à informação e dados públicos;
• II. Mecanismos de controle social, engajamento e capacitação da sociedade para o controle da gestão pública;
• III. A atuação dos conselhos de políticaspúblicas como instâncias de controle;
• IV. Diretrizes para a prevenção e o combate à corrupção.

Para mais informações sobre os Eixos Temáticos, a Controladoria-Geral da União consolidou um texto-base que se encontra na área “Termos da Conferência”.

Desta forma, o Município de Belo Horizonte espera que esse espaço democrático, denominado Consocial, onde se encontram a
Sociedade Civil, o Poder Público e os Conselhos de Políticas Públicas Municipais, seja um sucesso, auxiliando a promoção da transparência pública e contribuindo para a criação de novos mecanismos de participação e controle social!

Transparência pública é tema
de conferência aberta à população
Publicado em 13/10/2011 18:30:17
A população belo-horizontina terá a de tornar mais efetivo o acompanhamento e
o controle da gestão pública municipal, a partir da primeira Conferência
Municipal sobre Transparência e Controle Social (Consocial), que será realizada
nos dias 10 e 11 de novembro, das 9h às 18h, no Centro de Convenções da
Associação Médica de Minas Gerais (avenida João Pinheiro, 161, Centro). O
evento, promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte, terá 60% do seu público
composto por representantes da sociedade civil e será presidido pela
controladora-geral do município, Cristiana Fortini. O objetivo principal é
promover a transparência pública e estimular a participação dos cidadãos na
contribuição para um controle social mais efetivo e democrático, garantindo o
uso correto e eficiente do dinheiro público.Os interessados em
participar da conferência devem se inscrever entre as segundas-feiras, dia 17 e
24. As inscrições podem ser feitas na página do evento no site da PBH
(www.pbh.gov.br/consocialbh), que já está disponível,
ou pessoalmente na Central de Atendimento BH Resolve (avenida Santos Dumont,
363, Centro) e na sede das nove regionais da capital.Serão
disponibilizadas 350 vagas, sendo 210 para a sociedade civil, 105 para
representantes do poder público e 35 para os conselheiros de políticas públicas
da Prefeitura. Os participantes da Consocial vão colaborar na elaboração de 20
propostas que serão encaminhadas para a etapa estadual da conferência, que será
realizada em março de 2012, e na seleção de 24 delegados que vão defender
durante a conferência estadual as propostas elaboradas. Ainda em 2012, será
realizada a Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social, uma
determinação da Controladoria Geral da União (CGU), que vai reunir os resultados
das conferências realizadas em todos os estados.

Cristiana Fortini
destacou a importância da conferência para a capital e ressaltou o pioneirismo
do evento. “Este é um marco histórico. Pela primeira vez na história do país, as
três esferas do setor público, municipal, estadual e federal, se mostram
dispostas a ouvir formalmente o estudante, a dona de casa, o representante da
força sindical, ou seja, todos os cidadãos, que podem apresentar as idéias que
têm sobre diversos temas”, afirmou.

A controladora também destacou a
função democrática cumprida pela conferência. “Só de ter 70% das vagas
destinadas à sociedade civil, 60% para cidadãos e 10% para conselheiros
municipais, o encontro já pressupõe uma participação ativa da sociedade”, disse.
Cristiana destacou ainda que a expectativa da Prefeitura é de que o público da
Consocial seja plural, para que o objetivo de colher as idéias de todas as
parcelas da população possa ser cumprido.

Eixos
temáticos

A primeira Consocial vai abordar quatro temas atuais
envolvendo a transparência e o controle social: promoção da transparência
pública e acesso à informação e dados públicos; mecanismos de controle social,
engajamento e capacitação da sociedade para o controle da gestão pública; a
atuação dos conselhos de políticas públicas como instâncias de controle; e
diretrizes para a prevenção e o combate à
corrupção.

Histórico

Em setembro de 2009, a
Controladoria Geral da União (CGU) realizou o primeiro Seminário Nacional sobre
Controle Social. O evento, com mais de 500 participantes, contou com
apresentações de diversas experiências de sucesso na prática do controle social.
Ao final do evento, os participantes entregaram um abaixo-assinado ao
Ministro-Chefe da CGU, solicitando a convocação de uma conferência nacional
sobre transparência e controle social.

Em 8 de dezembro de 2010, o
presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assinou o Decreto de
Convocação da primeira Conferência Nacional sobre Transparência e Controle
Social em atendimento à demanda da sociedade para que governos, cidadãos,
empresas e organizações da sociedade civil pudessem pensar e estabelecer, em
conjunto, diretrizes para a efetiva promoção da transparência pública e do
controle social.