Dica de Português : Trazido ou Trago


O particípio do verbo “trazer” é muito confundido pela maioria das pessoas no ato da comunicação. O uso de expressões como “Eu tinha trago dinheiro suficiente” é bastante comum. Contudo, ou o indivíduo opta por uma forma, a qual pode não ser a correta ou fica na dúvida: trago ou trazido?

O correto é dizer “trazido”, pois essa é a única forma do particípio do verbo trazer. Na língua padrão a forma “trago” não é aceita. Veja:

Emprego errado: Que bom que você havia trago suas tintas. Nosso cartaz ficou lindo!

Emprego correto: Que bom que você havia trazido suas tintas. Nosso cartaz ficou lindo!

“Trago” é o presente do indicativo do verbo “trazer”: Eu trago um copo para você.
Ou é o presente do indicativo do verbo “tragar”: Eu trago a fumaça dessa cidade!

Outro verbo que merece atenção quanto ao particípio é “chegar”. Há uma frase específica mais comum: “Ele tinha chego atrasado.”
Este verbo também possui uma única forma de particípio: chegado. Vejamos:

a) Ele havia chegado antes da hora prevista.
b) Ele tinha chegado para jantar com a esposa.

Alguns verbos possuem formas irregulares de particípios e, portanto, admitem duas formas: isentar (isentado ou isento), aceitar (aceitado ou aceito); expulsar (expulsado ou expulso), salvar (salvado ou salvo), suspender (suspendido ou suspenso), eleger (elegido ou eleito), dentre outros.

fonte: Sabrina Vilarinho